Notícias Hotelaria Profissional
Newsletter
Cadastro Newsletter
Busca
PUBLICIDADE
Banner topo Cozinha Profissional HP Anuncie
Cozinha Profissional
16/09/2014 - 14h17
MTur faz palestra sobre investimentos no turismo em evento no Equador
Representantes da entidade apresentam o legado da Copa na economia do turismo e as práticas que poderão ser aproveitadas nas Olimpíadas de 2016

O Ministério do Turismo estará presente no encontro anual da Conferência Sul-Americana de Investimentos em Turismo e Hotelaria (SAHIC), nos dias 15 e 16 de setembro em Quito, no Equador. O diretor do Departamento de Financiamento e Promoção de Investimentos, Eduardo Golin, e o Coordenador-Geral de Investimentos, Rodrigo Marques farão uma palestra no painel “What Left Fifa 2014 World Cup”, que aborda o legado da Copa no Brasil e seus reflexos de curto e médio prazo na economia do turismo, na hotelaria brasileira, e nas práticas que poderão ser aproveitadas paras as Olimpíadas de 2016.

A SAHIC é um evento internacional destinado a promover os negócios relacionados a projetos de hotéis e turismo na América do Sul. Cerca de 2.500 executivos já participaram desta conferência em reuniões anteriores realizadas nas cidades de Buenos Aires, Rio de Janeiro, Cartagena, Santiago, Lima, Bogotá.

O encontro ajuda a entender o caminho dos investimentos da área de turismo e hotelaria, e onde estão as oportunidades e os parceiros certos para o sucesso dos negócios. O evento é também um ambiente de trabalho com diversas atividades que promovem a interação com os principais empresários e investidores do setor.

O painel com a participação do MTur será no dia 16, às 15h (horário local), e contará ainda com outros painelistas como Ricardo Manarini (vice-presidente de Desenvolvimento para o Brasil do Intercontinental Hotels Group – IHG); Paula Muniz (vice-presidente de Desenvolvimento para a América Latina da Hilton Worldwide) e Ary Krivopsky (CEO Brasil da FSA Group), além de Ricardo Mader (vice-presidente executivo da Jones Lang LaSalle).

“Abordaremos o cenário macroeconômico propício ao desenvolvimento da atividade turística no Brasil, do crescimento do mercado de consumo interno pautado na ascensão da nova classe média que cada vez mais demanda serviços turísticos, além dos bons resultados da Copa do Mundo e as perspectivas para o mercado hoteleiro até 2016”, disse Eduardo Golin.
Fonte: Ascom MTur - 12/09/2014

Untitled Document
Editora Nova Gestão Ltda. | Tels.: (11) 3562-3166 | (11) 3562-3170


Site desenvolvido por Lucia Cavalcanti