Notícias Hotelaria Profissional
Newsletter
Cadastro Newsletter
Busca
PUBLICIDADE
Banner topo Cozinha Profissional HP Anuncie
Cozinha Profissional
Fotolia / Brian Jackson
26/09/2014 - 16h29
TripAdvisor apresenta estratégias para hoteleiros
Hotéis brasileiros têm taxa de retorno de hóspedes mais alta do que a média global


O TripAdvisor®, o maior site de viagens do mundo, anuncia hoje os resultados da mais recente edição do TripBarometer, a maior pesquisa global feita com viajantes e hoteleiros e que apresenta tendências de viagem identificadas em diversos países e regiões. Esta é a quarta edição do estudo semestral realizado pela empresa especializada Ipsos para o TripAdvisor. Ao todo foram ouvidos 53 mil participantes, sendo 2.700 brasileiros. Intitulado TripBarometer: Psicologia da Viagem, o estudo revela os aspectos psicológicos das viagens examinando as emoções sentidas pelos viajantes nas diversas etapas das férias e também o impacto pós-viagem.

Quando questionados sobre a proporção de hóspedes que voltam a se hospedar em seu estabelecimento, 41% dos hoteleiros do Brasil afirmaram que esse número representa de 26% a 50% de seus clientes. Já 22% dos empresários responderam que entre 51% e 75% dos hóspedes voltam a se hospedar. Ambos os dados ficam acima da média global de 35 e 17 %, respectivamente.

As principais motivações de uma viagem

A pesquisa realizada pela Ipsos também ajudou a identificar o que leva uma pessoa a viajar. A fim de compreender melhor os aspectos psicológicos durante uma viagem, os entrevistados foram convidados a escolher duas afirmações que melhor representam o que eles desejam de uma viagem.

Enquanto “enriquecer perspectivas” é o principal fator que leva as pessoas a viajar, existem variações quando se analisa diferentes nacionalidades: viajantes provenientes da África do Sul, Reino Unido e Itália viajam buscando "harmonia"; brasileiros, tailandeses e chineses  procuram por “libertação”, enquanto os russos estão mais interessados em viver experiências mais “luxuosas".

Os hoteleiros também selecionaram opções que melhor correspondem a como eles desejam que seus hóspedes se sintam durante a hospedagem - "Libertação" (67%) foi a principal resposta. Por outro lado, mais de metade (53%) também quer proporcionar aos seus hóspedes uma sensação de "harmonia", uma das motivações menos importantes para os viajantes (14%). Quatro em dez hoteleiros entrevistados também estão preocupados em oferecer uma experiência que possibilite ao hóspede imergir na cultura local (39%).

Segundo a pesquisa, as hospedagens podem se destacar oferecendo experiências que proporcionem aos hóspedes a oportunidade de ampliar seus horizontes, enquanto estão de férias.

Como os viajantes se sentem em diversas etapas de uma viagem

A atual edição do TripBarometer também verificou como os respondentes se sentem durante cinco fases de uma viagem: reserva, chegada ao destino, durante a permanência, retorno e em casa. Os resultados indicam que os viajantes se sentem mais ‘empolgados’ nos momentos da reserva e da chegada ao destino e mais ‘realizados’ quando voltam para a casa.

Como parte do estudo, os hoteleiros também foram questionados sobre quais ações realizam para se relacionar com seus clientes. Aproximadamente 54% dos participantes dizem que sua prioridade é fazer com que os hóspedes se sintam seguros sobre a sua reserva, 44% procuram garantir um processo de reserva mais eficiente e simples 42% entre em contato com o hóspede para apresentar o hotel. No entanto, os resultados do TripBarometer apontam outras ações que os hotéis podem realizar para se aproximar de seus clientes, como fornecer informações locais sobre o destino, construir um relacionamento com o hóspede antes mesmo da sua chegada e minimizar qualquer estresse potencial que possa antecedera estadia.

“Os resultados desse estudo mostram que os hoteleiros podem se diferenciar da concorrência ao oferecer experiências enriquecedoras e únicas.”, diz Marc Charron, presidente do TripAdvisor for Business. ”Apesar de não surpreender que os viajantes se sintam mais empolgados no momento da reserva, os hotéis têm perdido uma excelente oportunidade de capitalizar esse sentimento a fim de começar a construir uma relação duradoura com os seus hóspedes. Poucas hospedagens aproveitam esse momento para interagir com esses clientes, mas quem o faz tende a ter uma taxa maior de retorno dos hóspedes”.

Globalmente, hotéis de luxo (65%) e hotéis boutiques (63%) são mais propensos a oferecer como prioridade um serviço excepcional e que exceda as expectativas do cliente. Já as pousadas (35%) são as que mais se preocupam a fornecer sugestões adicionais de viagem para os hóspedes enquanto eles estão hospedados.

Fonte: Assessoria de Imprensa / TripAdvisor
Untitled Document
Editora Nova Gestão Ltda. | Tels.: (11) 3562-3166 | (11) 3562-3170


Site desenvolvido por Lucia Cavalcanti