Notícias Hotelaria Profissional
Newsletter
Cadastro Newsletter
Busca
PUBLICIDADE
Banner topo Cozinha Profissional HP Anuncie
Cozinha Profissional
Jonathan Lins/G1
03/11/2014 - 11h22
Secretaria prevê crescimento de 40% na alta temporada em Alagoas
Estado captou mais de 20 voos nacionais para facilitar vinda de turistas


A Secretaria de Estado do Turismo de Alagoas (Setur) espera um crescimento de 40% no fluxo turístico na próxima temporada. O Estado, conhecido como Paraíso das Águas, contará com mais de 20 voos regulares e fretados oriundos dos principais mercados emissores do Brasil.

Cidades como Cuiabá, Belo Horizonte, Brasília, Campinas e Uberlândia terão uma oferta maior de voos regulares para Maceió durante os meses do verão, que começa a operar a partir do início de dezembro. No final de outubro, a Setur fechou uma parceria com uma agência que fretará um voo semanal saindo de São Paulo.

Segundo a Secretaria, na alta temporada de 2012/2013 houve um fluxo de 477.649 turistas. Já na temporada de 2013/2014, o fluxo foi de 525.629, um crescimento de quase 10%. Para este ano, a expectativa é que tenha um fluxo de mais de 700 mil pessoas viajando pelo estado. "Isto se deve ao ano atípico que foi 2014 devido à realização da Copa do Mundo. As férias do início do ano foram mais curtas e nos meses de junho e julho os turistas não viajaram. Para se ter um exemplo, uma das maiores agências que operam em nosso estado trará 57 mil turistas que vão deixar uma receita de R$ 101 milhões", afirma a secretária de Turismo, Danielle Novis.

De acordo com a Setur, Alagoas dobrou o número de leitos nos últimos cinco anos e atualmente tem 32 mil leitos. "Nossos destinos estão cada vez mais conhecidos, as pessoas não diziam que vinham para Alagoas e, sim, para Maceió e Maragogi. Hoje, temos Piranhas, município do Sertão alagoano, às margens do Rio São Francisco, que lota os hotéis na temporada, temos ainda Porto de Pedras, no Litoral Norte, com o projeto Peixe-Boi, São Miguel dos Milagres e muitos outros destinos que se tornaram atrativos lá fora", afirma a secretária.

Réveillon

O estado vem se consolidando também com as festas realizadas pela iniciativa privada. Este ano serão duas em Maceió: o Réveillon Celebration e o Paradise Réveillon.

Tem ainda as festas em São Miguel dos Milagres, no Litoral Norte, com o Réveillon dos Milagres e o Réveillon Absoluto, na Praia do Gunga, no Litoral Sul. Todos os eventos contam com shows de bandas nacionais e alguns com DJs internacionais e sistema all inclusive.

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Alagoas (ABIH-AL) afirma que os hotéis já estão com 72%, em média, de ocupação para o réveillon. "As reservas estão sendo feitas com antecedência e esperamos em pouco tempo completar os 100%. A expectativa para essa temporada é muito boa para todo o setor", diz Tereza Bandeira, diretora-executiva da entidade.

A Secretaria do Turismo estuda a possibilidade de reduzir o ICMS (Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual, Intermunicipal e de Comunicação) do combustível utilizado nas aeronaves para atrair mais voos e reduzir o valor das passagens aéreas para Maceió. A iniciativa é vista com muito entusiasmo pelas operadoras. "O turismo em Alagoas vem crescendo e tem potencial para ir muito além. Mas é preciso que haja esses incentivos", diz Claiton Armelin, presidente da agência Flytour.

Principais destinos

Os destinos mais procurados ainda são Maceió, que é a porta de entrada do estado, Maragogi, Barra de São Miguel e Praia do Francês. Mas, outros municípios têm se destacado. Um deles é Porta de Pedras que ganhou notoriedade nacional, depois que o programa Caldeirão do Hulk esteve na cidade para concluir a obra da Associação do Peixe-Boi de Condutores. Desde que a sede foi inaugurada, o turismo na cidade aumentou significativamente.

O passeio de observação dos mamíferos tem um limite diário de 70 visitantes. Nas últimas semanas está operando com a capacidade máxima. A presidente da associação, Flávia Rêgo, comemora o sucesso. "Estamos muito satisfeitos com o resultado e principalmente em poder ajudar as 45 famílias que dependem deste trabalho. Sentimos um crescimento enorme e ainda estamos no mês de outubro", diz.

Fonte: Fabiana De Mutiis / Portal G1 Alagoas - 25/10/2014
Untitled Document
Editora Nova Gestão Ltda. | Tels.: (11) 3562-3166 | (11) 3562-3170


Site desenvolvido por Lucia Cavalcanti