Notícias Hotelaria Profissional
Newsletter
Cadastro Newsletter
Busca
PUBLICIDADE
Banner topo Cozinha Profissional HP Anuncie
Cozinha Profissional
William Nunes
27/02/2015 - 14h15
Hotel 2.0 aborda canais de distribuição on-line no Brasil
Evento chega ao Brasil para debater as tendências de modernização da área


Na tarde da última quarta-feira (25) aconteceu em São Paulo, no hotel Pestana, a primeira edição brasileira do workshop Hotel 2.0. O evento reuniu hoteleiros e especialistas para debater a necessidade de modernização dos canais de distribuição hoteleira para meios digitais, fortalecendo, assim, o setor de Revenue Management.

O francês Benjamin Devisme, diretor da empresa PriceMatch, é o responsável por trazer o Hotel 2.0 ao Brasil depois de diversas edições em países europeus e nos Estados Unidos. Segundo ele, o motivo de realizar o evento aqui, e na América Latina em geral, é o grande potencial que existe para explorar a distribuição hoteleira.

“É o momento certo para fomentar este assunto, pois a hotelaria brasileira está despertando para este meio de distribuição”, comentou.

Distribuição on-line

Segundo Benjamim, os sistemas utilizados pelos profissionais brasileiros precisam de mais integração entre si, para que possam render e desempenhar um papel com maior sinergia. Para ele, não se trata de uma questão de atraso no mercado e, sim, dos agentes entenderem as especificidades da região. “A distribuição on-line está começando a tomar importância e vai ter um período de crescimento grande durante os próximos dois anos”, analisa. 

A distribuição on-line engloba canais eletrônicos como a web, os dispositivos móveis, as redes sociais, as agências de viagens on-line (OTAs) e os sites de buscas, e os sistemas globais de distribuição (GDS).

Um dos pontos ressaltados por Benjamim é o site próprio do empreendimento. De acordo com ele, a internet atua como uma vitrine de exposição do produto, portanto, o conteúdo mostrado deve ser organizado, relevante e detalhado. “O cliente que procura uma OTA está em busca de um hotel. Agora, se ele acessa diretamente o seu site, é porque está procurando o seu hotel”, afirma.

Ao final da sua palestra, o executivo francês ainda ressaltou que a distribuição on-line deve seguir um fluxo contínuo, porém, ser flexível: “Para ser rentável, ela depende da estratégia geral de Revenue Management, contudo, deve ter um ponto on-line muito forte”.

A implantação do sistema pode resultar em informações em tempo real, ganho de tempo com a conectividade dos sistemas e a otimização do faturamento.

Exposição da imagem

Leandro Carvalho, CEO da empresa MalaPronta.com, defende a exposição dos hotéis na era digital. “Seja qual for o ponto de partida que o cliente utilizar para buscar o empreendimento, ele deve encontrar o mesmo conteúdo”, afirma.

Para o executivo, o marketing direto pode ser entendido como “aqui e agora”. A rápida disseminação do conteúdo na web e a facilidade para buscar várias opções de destinos fazem com o hoteleiro preste mais atenção no mundo digital.

Segundo Leandro, o poder da marca é combatido com os reviews de estadias nos sites de busca. A relevância deste conteúdo e o seu poder gerado pelos usuários não podem ser desmerecidos. Assim, ele aconselha: “Caprichem no conteúdo: descrição, foto, informação, etc. A exposição agrega uma melhor interação com o cliente”, conclui.

O americano Jonathan Burling, analista de mercado da Revinate, concorda com o executivo brasileiro. Para ele, saber o que os viajantes dizem do seu hotel ou quantas outras propriedades eles olham antes de concluir a reserva, são questões importantes no mercado atual.

“Um feedback negativo na web pode significar perdas de clientes e uma reputação on-line ruim. Já se você obteve um retorno positivo na internet, isso vai melhorar sua imagem e, consequentemente, atrair novos hóspedes”, disse Jonathan.

Próximas edições

O Hotel 2.0 ainda contou com as palestras de Gustavo Syllos, sócio-diretor da Forma & Conteúdo, e de Ines Diogo, diretora da Guest Centric. 

O evento chegou ao Brasil após ter a sua estreia na América do Sul, com realização na Colômbia dias antes de desembarcar em terras paulistas. No Brasil, tem a organização da consultoria Mark-Up.

Os hoteleiros de Brasília também puderam conferir o Hotel 2.0 no dia 26. As próximas edições acontecem nas cidades de Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS), nos dias 03 e 05 de março, respectivamente.

Fonte: Redação HP / William Nunes
Untitled Document
Editora Nova Gestão Ltda. | Tels.: (11) 3562-3166 | (11) 3562-3170


Site desenvolvido por Lucia Cavalcanti