Notícias Hotelaria Profissional
Newsletter
Cadastro Newsletter
Busca
PUBLICIDADE
Banner topo Cozinha Profissional HP Anuncie
Cozinha Profissional
28/1/2016 - 10h22
Henrique Alves reforça sua aposta no turismo brasileiro
Segundo dados do Banco Central, a diferença entre os gastos de estrangeiros no Brasil e de brasileiros fora do País é a menor dos últimos cinco anos

O Banco Central confirmou o que o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, já esperava: a redução dos gastos de brasileiros no exterior. Segundo os dados divulgados, o recuo foi de 32% do montante gasto por turistas do Brasil em outros países. Entre os principais motivos estão o aumento do dólar e a melhoria da competitividade dos destinos brasileiros, que vêm mudando o comportamento dos viajantes e fazendo com que o turismo doméstico ganhe força.

“Temos verificado mês a mês que a intenção de viagens ao exterior tem recuado e que os brasileiros vêm optando cada vez mais por destinos nacionais. Acredito que esta mudança tenha inúmeras razões, mas sem dúvida a alta do dólar e a melhoria na infraestrutura e na oferta de nossas cidades contribuíram para isso. Temos variadas opções dentro do Brasil, para quem quer curtir destinos de praia, culturais, gastronômicos, para quem quer vivenciar novas experiências e apreciar nossa rica biodiversidade”, afirmou.

Para Henrique Eduardo Alves, o que deixou de ser gasto lá fora pode impactar positivamente a economia do País. “A diferença entre o que foi gasto em 2015 e 2014 é de mais de US$ 8 bilhões. No câmbio atual, são mais de R$ 32 bilhões e uma parte desse valor pode ficar no Brasil e movimentar a economia turística doméstica. É uma oportunidade de atrair e cativar um público diferenciado para todos que trabalham no setor”, concluiu.   

Balança Comercial do Turismo

De janeiro a dezembro do último ano, os estrangeiros deixaram US$ 5,844 bilhões no Brasil enquanto os brasileiros gastaram US$ 17,357 bilhões no exterior. A diferença gerou um déficit de US$ 11,513 bilhões frente aos US$ 18.724 bilhões negativos de 2014. É o menor montante desde 2010, quando o valor ficou em US$ 10,704 bilhões negativos.

O principal motivo do recuo foi a redução significativa nos gastos dos turistas brasileiros fora do Brasil. O montante passou de US$ 25,567 bilhões para US$ 17,307 bilhões, uma retração de 32%.

A receita do Brasil com a entrada de dólares pelo turismo também caiu. Passou de US$ 6.843 bilhões para US$ 5.844 bilhões, uma retração de 14,6%. De acordo com a análise técnica, a queda é fruto da valorização do dólar frente ao real e ao aumento do fluxo turístico gerado pela Copa do Mundo de 2014.  

Fonte: Agência de Notícias do Turismo

Untitled Document
Editora Nova Gestão Ltda. | Tels.: (11) 3562-3166 | (11) 3562-3170


Site desenvolvido por Lucia Cavalcanti