Notícias Hotelaria Profissional
Newsletter
Cadastro Newsletter
Busca
PUBLICIDADE
Banner topo Cozinha Profissional HP Anuncie
Cozinha Profissional
23/03/2016 - 11h23
Meliá Hotels International revela excelente desempenho em 2015
Companhia fortalece balanço ao reduzir dívida e aumentar geração de receita

A Meliá Hotels International fechou o balanço financeiro de 2015 com ótimos resultados. No ano passado, a rede hoteleira teve lucro líquido de € 40,1 milhões, gerou receitas de € 1,7 bilhão (+16%) e registrou EBITDA (lucros antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) de € 293,1 milhões.

Esses resultados se devem à consolidação do negócio hoteleiro, gerando um aumento recorde de 15,81% no RevPAR (receita por quarto disponível), excluindo a Venezuela. Este resultado está relacionado às melhoras do ambiente do setor e da economia em mercados-chave, assim como estratégias da marca e reposicionamento dos produtos.

Um fator importante foi o progresso feito na digitalização da companhia, que resultou em uma bem-sucedida estratégia de distribuição, fortemente ligada ao desenvolvimento do site, que melhorou suas vendas em 27%, e a plataforma para o agente de viagem, que mostrou aumento de vendas de 36%.

Em termos financeiros, a Meliá atingiu seus objetivos de redução de sua dívida pelo segundo ano consecutivo, alcançando € 768,8 milhões. São € 216 milhões a menos que em 2014, o que coloca o grupo em um patamar similar ao que estava em 2007, um dos melhores anos na história da Meliá Hotels International.

Expansão e reposicionamento estratégico

O ano de 2015 teve recorde de expansão internacional, finalizando com 62 projetos de hotéis em vias de abertura, o que representa 16 mil novos quartos no portfólio da Meliá. E 2016 verá os resultados das grandes adições dos anos anteriores e também dos resultados de 25 aberturas agendadas entre janeiro e dezembro em 15 países.

A companhia continua crescendo em Cuba, onde é a maior operadora hoteleira com mais de 14 mil quartos em 28 hotéis. Recentemente foi anunciada a gestão de mais um resort em Varadero com 924 apartamentos. O grupo também confirma o bem-sucedido relançamento da marca Sol em quatro conceitos inovadores: Sol, Sol House, Sol Beach House e Sol Katmandu.

A maioria dos hotéis adicionados ao portfólio nos últimos anos foi sob contrato de gestão. Nesse quesito, o grupo viu um aumento de € 19,5 milhões em taxas de gestão comparando com 2014, incluindo hotéis próprios, sob concessão e sob contrato de gestão para terceiros. Essa melhora se deve, principalmente, às maiores tarifas em Cuba (+ € 5,5 mi) e na região do Mediterrâneo (+ € 4,4 mi). Hotéis urbanos na Espanha também contribuíram com mais € 1,9 milhão, graças aos hotéis de Madrid.

Os negócios imobiliários renderam uma receita total de € 69,9 milhões em 2015. Desses, € 61,2 milhões estão ligados à venda e valorização de ativos. Eventos significativos por trás desse resultado incluem a venda de seis resorts para a joint venture que é controlada por uma afiliada do grupo Starwood Capital (80%) e pela Meliá (20%), somando € 178,2 milhões, assim como as vendas do resort Calas de Mallorca, de 875 quartos, por € 23,6 milhões, e do Sol Falco, em Menorca, com 450 quartos, por € 20 milhões. A Meliá destaca o fato de que todos esses ativos continuam sob gestão da companhia, confirmando sua estratégia de reposicionamento de ativos e alianças para gerar mais valor e lucratividade.

No continente americano, o RevPAR subiu 20,6% graças a um aumento no ADR (average daily rate – tarifa diária média) de 21,3%, afetado por ajustes da taxa de câmbio do bolívar venezuelano. Se descontado esse efeito da Venezuela, o crescimento teria sido de 24,6%. O RevPAR dos resorts no México e na República Dominicana teve um crescimento excelente, de 27,7% e 24,5% respectivamente.

A companhia espera resultados ainda melhores em 2016, graças ao aumento das tarifas nos resorts, à recepção positiva do novo Meliá Braco Village na Jamaica e à abertura iminente de dois grandes hotéis na América do Norte em março: o INNSIDE NoMad New York e o ME Miami. Em termos globais, o grupo estima um crescimento médio-alto de um dígito no RevPAR para o primeiro trimestre, e uma cifra média de um dígito para o ano todo.

“Encaramos 2016, ano do nosso 60º aniversário, em uma posição mais forte do que nunca, tanto em termos de negócios quanto financeiros. Estamos orgulhosos da melhora significativa em nossa reputação e reconhecimento internacional”, afirma Gabriel Escarrer Jaume, vice-presidente e CEO da Meliá Hotels Internacional. “O plano estratégico que apresentaremos em 2016 busca consolidar ainda mais nossas marcas, nosso compromisso com o meio digital e a competitividade e posicionamento do nosso grupo”, finaliza. 

Fonte: Assessoria de Imprensa / Meliá Hotels International

Untitled Document
Editora Nova Gestão Ltda. | Tels.: (11) 3562-3166 | (11) 3562-3170


Site desenvolvido por Lucia Cavalcanti